Conheça o GEPADLE

Criado em 2009, inicialmente com o título de Grupo de Estudos do Discurso, Escrita e Leitura no Ensino Superior, em 2016, tendo em vista a expansão das atividades de estudos, pesquisas e a sua composição, passou a ser Grupo de Estudos, Pesquisas em Análise do Discurso, Leitura e Escrita (GEPADLE). Essa mudança, principalmente, visou abranger as pesquisas que já vinham sendo desenvolvidas na educação básica e universitária.

O GEPADLE está sediado no Instituto de Educação, Letras, Artes, Ciências Humanas e Sociais, da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (IELACHS/UFTM). As reuniões são quinzenais, envolvendo pesquisadores das áreas de Letras, Geografia, Ciências Biológicas, Filosofia e Ciências Sociais. Os integrantes são estudantes de graduação e pós-graduação, docentes da educação básica e superior que, sob a coordenação da professora Marinalva Vieira Barbosa, buscam discutir questões relacionadas ao ensino da leitura, da escrita e produção de conhecimento à luz de teorias discursivas.

Nesse sentido, o objetivo do GEPADLE é produzir conhecimento, ancorado em teorias discursivas, sobre a leitura e a escrita e sobre a sua relevância para a formação na Universidade e na Escola Básica. Preocupa-se com questões que tem como foco a produção de conhecimento e a formação que visem à superação dos limites que marcam, demarcam o ensino-aprendizagem da leitura e escrita na escola e na universidade.

Os estudos e pesquisas desenvolvidos no âmbito do GEPADLE estão lastreados na compreensão de que a leitura e a escrita são centrais à formação e à produção de conhecimento. Por isso, não são um mero exercício individual, elas exigem um saber dialogar com os outros sujeitos/discursos/textos; resultam de um trabalho com o dito e o não dito, com a incompletude somente observável a partir do excedente de visão do eu na relação com outro, com a contradição inerente ao necessário diálogo com a palavra alheia, com a dispersão constitutiva dos sujeitos.

Os estudos e pesquisas do GEPADLE são ancorados em teorias produzidas nas áreas de Linguística e Educação, visando: a) descrever e analisar indícios que permitam indicar como se dá a produção da leitura e escrita em diferentes áreas do conhecimento; b) identificar e analisar (em termos de recursos linguísticos e discursivos) o que é necessário para que um texto seja considerado uma produção que expressa um conhecimento da parte de quem o produziu; c) problematizar a relação existente na universidade e escola contemporâneas entre o ensino-aprendizado da leitura e escrita e a formação de um sujeito de conhecimento.

O GEPADLE, em parceria com o GEPIC e GEVAR, realiza anualmente o Colóquio sobre Escrita, Variação Linguística e Interculturalidade: Estudos e Pesquisas. Na organização desse evento, procura abordar temas que, direta ou indiretamente, permitem a realização de discussões e, consequentemente, a formação dos seus integrantes de forma qualificada e com aprofundamento teóricos e práticos sobre a leitura, a escrita e a produção de conhecimento. Além disso, o colóquio tem sido também um espaço de diálogos e apresentação de resultados de pesquisas que estão sendo desenvolvidas no âmbito desses três grupos.

Estão ainda vinculados ao GEPADLE a Revista Iniciação & Formação Docente (RI&F) e o canal Textualizando. A RI&F está disponível no sistema SEER e o canal Textualizando está disponível aqui.

A RI&F foi criada em 2014 e, desde essa data, publica, semestralmente, artigos resultantes de pesquisas e relatos de experiências, desenvolvidos nas áreas de Linguagem e Educação, sobre politicas públicas para formação de professores; linguagem, educação e sociedade; Metodologias de Ensino; Pesquisa e Formação de Professores; Leitura, Escrita e Produção de Conhecimento; Ensino-Aprendizagem da Leitura e Escrita na Escola.

O Textualizando, criado em 2020, é um projeto de extensão e formação de professores que, como o próprio título antecipa, tem a leitura e a escrita como objetos de discussão. Trata dessas duas atividades considerando os interesses de aprendizagem dos estudantes do Ensino Médio que vão prestar o ENEM ou dos que já chegaram à universidade e encontram dificuldades para entender a lógica da escrita acadêmica. 

Enfim, com esse rol de estudos, pesquisas e atividades desenvolvidas, que alcança alunos de graduação e pós-graduação e docentes da educação básica e universitária,  o GEPADLE busca ser um grupo de estudos e pesquisas que produz reflexão, realiza divulgação científica e faz proposição e intervenções mediante os resultados, os conhecimentos que produz em torno da temática leitura, escrita e produção de conhecimento na escola e universidade contemporâneas.